IV Copa CDM Congonhas
 

Regulamento

ORGANIZAÇÃO:

Art. 1º - A 4o Copa CDM Congonhas 2011 de Futsal é uma competição do Grêmio do CDM Congonhas, disputada apenas por equipes/clubes convidados pelos organizadores, na categoria Principal Amador (Masculino);

Parágrafo único: Equipe com pendência financeira em edições anteriores ou suspensão a cumprir, ou sem convite dos organizadores não terão a inscrição validada;

Art. 2º - A 4o Copa CDM Congonhas 2011 de Futsal, é disputada nos termos constantes deste Regulamento e nas normas e resoluções da Liga Paulista de Futsal, observando as Regras Brasileiras de Futsal; as Leis e Resoluções emanadas da C.B.F.S. e Código Desportivo da Federação Paulista de Futebol de Salão;

Art. 3º - Este Regulamento não poderá ser alterado, em hipótese alguma, após aprovação das equipes participantes;

Art. 4º - A 4o Copa CDM Congonhas de Futsal, será dirigida e administrada pelos responsáveis pelo Clube da Comunidade Congonhas, a qual compete:

Elaborar a Tabela de Jogos da Copa; Tomar providências de ordem técnica, necessárias à organização da Copa, dirimir, interpretar e solucionar qualquer dúvida referente a este regulamento ou que nele não esteja claro;

Art. 5º - Na elaboração da Tabela de Jogos considerar-se-á maior tranqüilidade aos participantes bem como favorecer a presença de torcedores nos ginásios, sendo que modificações que porventura venham a ocorrer serão sempre para atender aos interesses exclusivos do evento e serão comunicadas com no mínimo 4 dias de antecedência;

Art. 6º - A tolerância de atraso para início dos jogos previstos em tabela será de 15 (quinze) minutos sobre o primeiro jogo da rodada, nunca sobre o término da partida anterior;

Parágrafo único: em caso de atraso, o caso será analisado pelos organizadores e arbitragem para figurar o WO.

SISTEMA DE DISPUTA:

Art. 7º - Na Primeira Fase de Classificação as equipes serão divididas em 8 chaves composta de 4 equipes cada, jogando em sistema de Eliminatória Dupla, classificando-se as dezesseis equipes melhores colocadas na classificação geral, à fase seguinte. A partir da segunda fase a disputa será em eliminatória simples, com jogos eliminatórios. Parágrafo 1º: Se ao término do tempo regulamentar, em cada categoria, acontecer Empate em número de gols, para decidir o vencedor da partida haverá disputa de penalidades máximas, conforme as regras em vigor. Essa determinação valerá para todas as fórmulas de disputa. Parágrafo 2º: O 3º jogo das equipes que possuírem uma vitória e 1 derrota, será considerado como repescagem aonde serão confrontadas equipes de chaves diferente, confrontos esses que serão definidos através de sorteio de cruzamento das chaves. Exemplo: CHAVE A X CHAVE C, CHAVE B X CHAVE F.

Art. 8º - As equipes classificadas para a Fase Final decidirão o título da 2o Copa Arena CDM Congonhas de Futsal, em jogo único dividido em 2 tempos de 25 minutos cada;

Parágrafo único: Se ao término do tempo regulamentar acontecer empate em número de gols, prevalecerá os critérios do parágrafo 1º do Art. 7º;

Art. 9º - Para participar da 4o Copa CDM Congonhas de Futsal cada Equipe convidada poderá inscrever um número máximo de 18 atletas;

Parágrafo único: Serão aceitas inscrições até a fase quartas de finais, após essa fase todas súmulas irão totalmente digitadas, não recebendo nenhuma inclusão no dia, ressaltamos que quem já foi sumulado estará automaticamente inscrito.

Art. 10º - As equipes deverão inscrever seus atletas e membros da Comissão Técnica através de Ficha de Inscrição oferecida pela organização ou através do site www.portalarena.com.br

Parágrafo único: Os atletas e membros das Comissões Técnicas das equipes participantes somente terão condições de jogo mediante a apresentação de documento de identificação oficial e aceitos pelas normas da Federação Paulista de Futsal ou Liga Paulista de Futsal; Atletas com suspensão a cumprir, seja pela própria Copa, pela Liga Paulista de Futsal ou pela Federação Paulista de Futsal não terão a inscrição aceita;

Obs.: Fica determinado que o inscrito na condição de atleta não poderá ocupar nenhum outro cargo na quadra de jogo em sua categoria. As funções de técnico e massagista poderão ser ocupadas por pessoa inscrita como dirigente. O atleta poderá ser o dirigente da equipe apenas na esfera administrativa, fora de quadra;

Art. 11º - O atleta inscrito por uma equipe nesta competição não poderá, em hipótese alguma, competir por outra equipe, ou categoria da mesma equipe, nesta mesma edição da 4ª COPA CDM 2011.

Parágrafo único: Em caso de dupla inscrição de algum atleta, o mesmo será eliminado da competição Se o dito atleta participar em jogos por equipes diferentes será sumariamente eliminado consequëntemente junto com a equipe.

Art. 12º - Técnico, Massagista e Dirigente deverão estar de calça ou bermuda e devidamente calçados, não podendo permanecer na quadra na condição de técnico ou massagista, pessoas de chinelos, camisetas regatas ou sem camisa. É permitido que a equipe jogue sem a presença do técnico, massagista ou diretor;

Art. 13º - Os Representantes dos clubes, em seus jogos e em ocorrências fora deles mas por causa deles, serão responsáveis pela manutenção da disciplina, da ordem e o respeito às instalações físicas dos ginásios, de suas equipes e/ou torcedores a ela ligados, podendo ser responsabilizados em juízo por eventuais danos e prejuízos físicos e/ou financeiros de terceiros, sempre mantendo o respeito ao adversário, a si próprio, às autoridades esportivas e políticas e aos organizadores. Não serão admitidos, sob qualquer hipótese, atos de indisciplina, tanto de membros das equipes como de torcedores. Atos de indisciplina poderão ocasionar a Eliminação Sumária da equipe; 

DAS CONDIÇÕES DE JOGO:

Parágrafo único: Não poderá ser utilizado por representantes, jogadores ou torcedores das agremiações nenhum tipo de fogos de artifício ou artefatos que contenham pólvora nas dependências do ginásio (QUADRA, ARQUIBANCADA, FRENTE DO BAR) a utilização poderá ser feita somente na parte posterior ao muro atrás da arquibancada, caso não seja respeitada essa norma o jogo correrá normalmente, porém a equipe poderá ser eliminada da competição.

Art. 14º - Os clubes, através de seus Representantes, não deverão permitir acesso ao interior do Ginásio de pessoas ligadas a eles portando qualquer tipo de arma, mastros, instrumentos musicais ou paus de bandeiras; tais providências visam garantir a segurança aos atletas, oficiais de arbitragem e seus assistentes; caberá ao árbitro ou ao Coordenador da Taça paralisar ou até mesmo suspender a partida se observar qualquer ocorrência semelhante às citadas acima; Art. 15º - A cada equipe será obrigatório apresentar-se aos jogos da competição com uma bola para futsal, em condições de jogo em todas as etapas, sob pena de ser alijado da copa em disputa em qualquer etapa. Art. 16º - Em caso de coincidência nas cores dos uniforme, ficará a critério da arbitragem iniciar o jogo, caso a arbitragem solicite a troca do uniforme, será realizado sorteio para definir quem deverá mudar a cor do uniforme. OBS: Procurem comparecer sempre com 2 tipos de fardamentos, prevalecendo sempre o bom senso.

Art. 17º - Somente terão condições de atuar nas partidas aqueles atletas e membros da comissão técnica que estejam inscritos pela equipe e cujas carteiras estejam em poder do oficial anotador antes do início do jogo; iniciada a partida o oficial anotador poderá completar os espaços em branco na súmula de jogo aonde são relacionados seus participantes;

Art. 18º - Será de total responsabilidade das equipes participantes e dos próprios atletas, seus pais e torcedores participantes dos jogos da Copa CDM qualquer acidente, lesão ou incidente, da natureza ou procedência que advenha. Aos organizadores não inculpa responsabilidade alguma;

Art. 19º - Os Oficiais de Arbitragem para os jogos da 4ª Copa CDM serão formados pela Federação Paulista de Futebol de Salão e/ou Liga Paulista de Futsal;

Parágrafo único: Os árbitros e os Coordenadores da Copa na quadra de jogo terão a obrigação de conferir, antes do início do jogo, os participantes da partida, através das carteiras de identificação; caso não o façam assumirão total responsabilidade por qualquer irregularidade que houver, além de penas previstas no Código Desportivo da Federação Paulista de Futsal, a critério da Comissão Executiva; II )

– Arbitragem

A taxa de arbitragem será de R$ 50,00 (cinquenta reais) por jogo, devendo ser paga antes do início de cada partida. OBS: Em caso de W.O, a equipe presente deverá pagar a taxa de arbitragem normalmente, ou será considerado W.O. duplo. No jogo final a taxa de arbitragem será de R$ 65,00.

NORMAS GERAIS:

Art. 20º- A aplicação de cartões punitivos, estabelecidos nas Regras Brasileiras de Futsal, nas cores amarela (advertência) e vermelha (expulsão) constitui medida preventiva de inequívoca eficácia no campo desportivo, objetivando coibir violência individual e coletiva; Parágrafo único: Sujeitar-se-ão ao cumprimento obrigatório de suspensão automática, sem benefício de antecipação de julgamento pela Comissão Executiva, e, portanto, impossibilitado de participar da partida seguinte o atleta e/ou qualquer membro da Comissão Técnica que nos jogos da Copa acumular ou receber: Um (1) cartão vermelho (expulsão); Três (3) cartões amarelos (suspensão de um jogo subseqüente);

Art. 21º - A contagem dos cartões, sejam amarelos ou vermelhos, será cumulativa, ou seja, na passagem de uma fase para outra os cartões não serão "zerados"; 

Art. 22º - O controle de cartões amarelos e vermelhos é de responsabilidade das equipes; recomenda-se que, no momento da entrega da súmula do jogo pelo oficial anotador, seja feita conferência pelo responsável da equipe e caso tenha alguma ocorrência da cópia da súmula com a original, ficando estabelecido o prazo de vinte e quatro horas (24) para qualquer retificação se for o caso, desde que com as presenças e concordância dos árbitros, do oficial anotador e do representante da equipe adversária, junto à Comissão Executiva;

Art. 23º - O comportamento antidesportivo, bem como a agressão tentada ou consumada, física ou verbal, aos árbitros e seus auxiliares, dirigentes de clubes, Federações, entidades superiores, atletas ou pessoas presentes, estará sujeito às penalidades previstas neste Regulamento, podendo chegar à eliminação;

Art. 24º -PREMIAÇÃO: A 4ª COPA CDM CONGONHAS DE FUTSAL 2011 fará entrega dos seguintes prêmios: 

CATEGORIA AMADOR - MASCULINO Campeão- R$ 1.000,00 (Um mil reais), Troféu e quinze (15) Medalhas douradas + Fardamento de futsal (12 camisas, 12 calções e 12 meiões) Vice-Campeão- R$ 500,00 (Quinhentos reais), Troféu e quinze (15) Medalhas prateadas; 3º Colocado- Troféu.

Ao Artilheiro, ao melhor Goleiro e ao Destaque da categoria será oferecido um troféu.

Parágrafo Único: Somente no caso do goleiro que será definido entre as equipes finalistas e em caso de empate em número de gols entre dois ou mais jogadores na Artilharia o Prêmio será do atleta cuja equipe terminou a competição com a melhor colocação. Se forem da mesma equipe haverá sorteio. Poderão ser inseridos novos prêmios; 

Art. 24º - Os critérios para desempate na 1ª fase , caso uma ou mais equipes terminem empatas em pontos ganhos serão os seguintes:

1º) Menor Número de Derrotas 2º) Maior número de vitórias no tempo normal 3º) Melhor Saldo de Gols; 4º) Menor número de Gols Sofridos; 5º) Menor número de cartões Vermelhos; 6º) Menor número de cartões Amarelos; 7º) Sorteio;

Art. 25º – Caso em algum jogo ocorra o WO, a equipe presente será considerada vencedora por 2 x 0.

Parágrafo único: Para ser considerado WO a equipe vencedora deverá quitar a taxa de arbitragem e ter no mínimo 5 atletas presentes devidamente documentados que deverão ser sumulados e ter os documentos conferidos pela organização e arbitragem.

Art. 26º - Os casos omissos neste regulamento serão resolvidos pela Comissão Executiva da 4ª COPA CDM CONGONHAS 2011, baseados no CÓDIGO DISCIPLINAR OBRIGATÓRIO PARA AS COMPETIÇÕES  DO CALENDÁRIO DA LIGA PAULISTA DE FUTSAL

BOA SORTE!

 

    Copyright© 2009 ARENA Todos os direitos reservados. All rights reserved.
contato@portalarena.com.br